The eyes of a Mermaid: Dezembro 2016

Best of 2016

Hey! Tal como o ano passado, decidi trazer-vos uma publicação sobre os melhores momentos e experiências de 2016, de forma a fechar as publicações do blog neste ano. Neste post vão poder ver algumas dos meus desejos realizados, da minha wishlist (que podem ver aqui). Foi sem dúvida um ano cheio de coisas boas, e apesar de tudo, um ano que me marcou imenso, já que realizei tanta coisa que queria realizar. Escolhi também algumas fotografias do meu Instagram que ilustram vários dos melhores momentos, já que costumo partilhar tudo por lá. Se ainda não me seguem, deixo-vos aqui: @theeyesofamermaid. Além de todos estes, tinha de agradecer a todos os meus amigos que fizeram de tudo para que eu passasse mais uma vez, o melhor aniversário de sempre. Apesar de não ter nenhuma foto para vos mostrar, queria apenas deixar isso aqui marcado! Ah, já agora: sempre que virem uma palavra a negrito durante o post, e quiserem saber mais sobre o assunto em questão, cliquem, pois quer dizer que fiz algum post relacionado ao tema :)  


Passei a passagem de ano num hotel, e como gostamos tanto, este ano vamos repetir.
Fui convidada a estar na Qualifica, uma feira da Exponor, e adorei a experiência!
"Apanhei" o ramo da noiva, no primeiro casamento do ano.


Um dos livros que mais queria para a minha coleção já está na minha estante: Os Contos de Beedle o Bardo.
Apaixonei-me completamente por este vestido, que levei ao segundo casamento do ano.
A minha grande conquista de 2016: a carta de condução!


Tal como tanto ansiava, fui ver Fantastic Beasts and Where to Find Them, na antestreia. 
Este ano também foi incrível para o blog. Passamos de 500 para mais de 900 seguidores, e chegamos às 100 mil views! E só tenho a vos agradecer.
Finalmente consegui remodelar o meu quarto. Espero brevemente trazer-vos um full post sobre o tema!

E vocês, o que mais adoraram em 2016? Um bom Ano Novo para todos! :)

As Crónicas de Nárnia | I Suggest you

Hoje trago-vos uma sugestão de uma saga que adoro e sigo desde pequena, mais precisamente, desde 2005, ano em que o primeiro filme foi lançado em cinema. Lembro-me muito bem do dia em que fui ver As Crónicas de Nárnia - O Leão, a Feiticeira e o Guarda-Roupa ao cinema. Não sabia bem o que ia ver, nem que tipo de filme era, mas a verdade é que fiquei completamente apaixonada pela história. Para quem não conhece, existem até ao momento três filmes da saga - o primeiro, tal como já referi, é O Leão, a Feiticeira e o Guarda-Roupa, o segundo é o Príncipe Caspian, e o terceiro, A Viagem do Peregrino da Alvorada. A saga tem uma história baseada em fantasia, mas com várias referências à mitologia grega e nórdica. Na verdade, os filmes são baseados nos livros de C.S.Lewis, que ao todo, são um conjunto de 7 livros. Foi confirmado à uns tempos, que vão apostar num novo filme da saga, A Cadeira de Prata. Tudo indica que sairá já no próximo ano, 2017.


Posso confessar-vos que não há uma única vez que veja os filmes e não fique completamente emocionada em alguma das partes dos mesmos. Ver a evolução dos 4 personagens principais é incrível, mas confesso que a minha personagem favorita é sem dúvida a Lucy. Não há como não admirar Aslam e tudo aquilo que ele representa. Quem já viu os filmes, ou teve oportunidade de ler os livros, sabe do que eu estou a falar. Recomendo-vos imenso ver (ou rever) os filmes agora na época de Natal, sendo que são super alusivos à mesma, especialmente o primeiro. Se por acaso decidirem ir ver a saga, depois digam-me o que acharam! :)

FOR ASLAM

ACMA | Tradições de Natal

No post do A Cultura Mora Aqui deste mês, o tema teria obviamente que ser algo ligado ao Natal, e a tudo aquilo que este mês de Dezembro nos traz. O Natal tem um significado diferente para cada um de nós, tal como as tradições variam de casa para casa, de família para família. Sempre achei interessante saber mais sobre este tipo de coisas, como por exemplo, o que vocês comem na ceia de Natal? Escolhi então este tema, para que possam ficar a conhecer um bocadinho de como tudo de passa cá em casa



Como muitos de vocês sabem, eu já tenho 20 anos (pelo menos é o que dizem), no entanto, este ano ainda senti falta de ter o meu advento de chocolates. E lá convenci a minha mãe a dar-me um, sendo que prometi que não ia comer os chocolates todos no mesmo dia - juro que até agora estou a levar o negócio a sério. Acho que isto já faz parte das nossas tradições de Natal em família, sendo que desde criança que tenho o meu calendário de chocolates - e quero continuar a ter!


Não sei se por aí é igual, mas eu deixo sempre a missão de embrulhar presentes para a minha mãe, já que eu não tenho jeitinho nenhum. Acho que o único presente que ela não embrulha é o dela. Mas o engraçado, é que sempre que vamos às compras durante o mês de Dezembro, trazemos montes de papel de embrulho dos hipermercados - assim, escusamos de comprar. E a verdade é que acho que já é tradição os nossos embrulhos virem a dizer "Pingo Doce" ou "Jumbo" quando na verdade nem sequer são coisas de lá.


Fui habituada desde criança a vestir uma roupa bonitinha para a noite de Natal, mesmo sabendo que é só para nos sentarmos à mesa a comer - e a verdade é que não abdico do meu outfit natalício junto com as minhas pantufas e meias quentinhas. Dá-me imenso gosto, na noite da ceia, quando já há um cheirinho a bacalhau e polvo pela casa toda, arranjar-me para jantar. E isto, para mim, há de continuar a ser uma pequena tradição.


Sei que há famílias que só abrem os presentes de Natal no dia 25 de manhã, e até quem abra só depois do almoço, mas por aqui, sempre abrimos à meia noite. Quando eu e os meus primos éramos crianças, costumávamos ter direito a um pai natal e a uma ajudante, e entregavam-nos as prendas assim, um a um, até que o saco ficasse vazio. Até hoje não sei como conseguiam retirar as prendas da árvore sem nós darmos por ela? Neste momento ainda só tenho algumas prendas de baixo da árvore, mas acreditem que já me contenho imenso para não as ir cuscar! E vocês, quando costumam abrir os presentes?



Natal não é Natal sem aletria e rabanadas! Por aqui, os doces essenciais são a aletria e rabanadas de vinho do porto, e são sem dúvida as melhores que já comi. A minha avó também costumava fazer mexidos com frutos secos, mas aqui em casa como ninguém costuma comer, não fazemos esse doce. Também não colocamos bolo de rei na mesa, porque ninguém gosta. Substituímos isso por um belo pão-de-ló e um bom queijo amanteigado, que é o que eu ataco mesmo depois do polvo.

Deixo-vos ficar com os outros posts do A Cultura Mora Aqui deste mês:

Christmas Wishlist ♡

Heeeeey! Mais um ano a trazer-vos uma wishlist de Natal, recheada de coisas boas! Adoro chegar a esta altura do ano e sentar-me a recolher todas as imagens e informações de alguns produtos que adorava desembrulhar na noite do dia 24. Faço isto não só porque sei que há algumas pessoas da minha família e até o meu namorado, que vem aqui tirar algumas ideias, quando não sabem mesmo o que me oferecer, como também vocês podem sempre aproveitar as minhas ideias para oferecerem a alguém! As vezes ajuda bastante ver este tipo de posts, para quando não temos muitas ideias do que oferecer. Fiquem então com a minha wishlist de Natal deste ano!

1. Os óculos da Luna Lovegood. Este item tem mesmo de vir para a minha prateleira de coleção de Harry Potter! Tenho pena é que seja tão dispendioso, sendo que só o consigo encontrar no Ebay, No entanto, adorava tê-los.

2. A box com os 8 filmes de Harry Potter. Estando eu a acabar a minha coleção dos 7 livros, agora quero imenso colecionar os 8 filmes, até porque sei que é algo que vou dar imenso uso. Está em promoção na Fnac :)

3. O livro do roteiro do filme mais incrível de 2016, Fantastic Beasts and Where to Find Them. Está em inglês, mas mesmo assim, quero imenso tê-lo - é uma motivação para ler e aprender mais inglês! Já o vi pela Bertrand e na Fnac também.

4. Fairy lights para decorar o meu novo quarto. Faz imensa falta alguns pontos de iluminação diferentes por todo o quarto, já que tenho algumas diferentes zonas e ainda alguns espaços por decorar. Estas são da Primark!

5. Quero um anel da Pandora já à alguns anos. Este, estava precisamente na minha wishlist de Natal do ano passado, e continuo apaixonada por ele. Possivelmente não seria para o usar diariamente, mas adorava ter um anel destes para usar em ocasiões especiais.

6. Um espelho de corpo, é algo que também ainda não tenho no meu quarto e que adorava ter, pois dá imenso jeito. Já vi alguns assim deste género com uma moldura em branco em várias lojas, e até em supermercados.

7. Sempre tive curiosidade de experimentar uma body butter da The Body Shop, e esta de shea butter em especifico deve ter um cheirinho mesmo bom! Já alguém experimentou esta? O que acharam?

8. Um batom mate da Nyx, mais precisamente, na cor "Budapest". Outro produto que já à imenso tempo que queria experimentar, pois ainda não tenho nenhum batom mate e as vezes dá imenso jeito! Já agora, pessoal de Braga, sei que a Nyx está com uma pequena banca no Braga Parque, sabiam? :)

TVShow Time | I Suggest you

Hoje trago-vos uma sugestão bastante diferente do habitual, uma sugestão de uma aplicação, que a minha prima aka Inês me sugeriu e que eu estou a adorar. Esta app está disponível tanto para androids como para ios, e é gratuita. Sendo eu uma pessoa que adora seguir séries, adorei o conceito da app. Além de nos permitir acompanhar as séries que mais gostamos, ficando a saber em que dia saí novo episódio, podemos também assinalar os episódios que já vimos - e isto sim, dá imenso jeito para quem vê séries! Podemos também contabilizar quanto tempo já perdemos a ver episódios, e achei isso super engraçado (neste momento, já perdi 1 mês, 8 dias e 11h da minha vida a ver séries, e não, não me arrependo nada!). Há também a possibilidade de adicionarmos séries que tencionamos ver, para não nos esquecermos e podermos ver também a evolução da mesma. Eu já adicionei por exemplo a "Timeless", "The Flash", "Teen Wolf" e "This is Us" para experimentar a seguir. Já agora, há alguma que me recomendem? Outra coisa que também já percebi é que dá para seguirmos os nossos amigos do Facebook por exemplo, e ver que séries andam a ver, o que também é interessante para conhecermos algumas séries novas! Acho mesmo que o conceito está bastante interessante, e apesar de ainda não ter explorado por completo a app, recomendo-vos imenso! Ah, e já agora, chama-se TvShow Time, para quem quiser experimentar :)


Visita à Invicta

Ontem eu e o Ângelo decidimos cumprir a pequena tradição que temos, de irmos ao Porto de comboio, pela altura do Natal. Estava imensa gente na cidade, e quanto digo imensa, não estou mesmo a exagerar! Era suposto vermos a árvore de Natal já ligada, mas pelos vistos eles só a ligam a partir das 18h30 ou 19h00, e por isso não deu para a ver. No entanto, fomos na mesma por aquela zona, tomamos um chocolate quente com marshmallows e chantilly no Costa, e depois andamos a tirar umas fotografias por lá. Porto não era Porto sem as fantásticas animações de rua a que já estamos acostumados, e desta vez vi por lá um rapaz que estava a fazer bolas de sabão enormes, e convidava as crianças a irem ajudá-lo. Foi mesmo engraçado! Tirei uma foto para vos mostrar, que vão poder ver aí em baixo. Depois fomos também até à zona da Ribeira, que eu gosto tanto. 


Escolhi um outfit super confortável para andar pelo Porto - uns jeans de cintura subida, uma camisola quentinha, sapatilhas, e um casaco super giro no qual ando apaixonada, da loja Sammydress. Podem ver mais os detalhes dele aqui. Adorei a qualidade do mesmo, e aliás, ele vem com uma etiqueta de uma loja bem conhecida nossa. Por acaso, ao visitar o site dessa mesma loja, vi-o por lá, mas a um preço muito superior ao que podem encontrar na Sammydress! Por isso se estiverem com ideias de o adquirir, já sabem! A camisola é da loja Rosegal, e já vos tinha mostrado num post anterior. Podem vê-la aqui. Espero que tenham gostado do post! :)

Casaco (Sammydress) | Camisola (Rosegal) | High Waisted Jeans (Bershka) | Mochila (Stradivarius)

5 coisas que aprendi com Harry Potter

Hey! Decidi começar o mês de Dezembro da melhor forma, e trazer-vos um post com 5 coisas que aprendi ao conhecer toda a história de HP. Porque existem vários detalhes e acontecimentos durante a mesma, que nos fazem reflectir sobre algo, e podemos realmente retirar alguma lição sobre as mesmas. São coisas que gosto de relembrar sempre que necessário, e acho que mesmo para quem não conhece Harry Potter, ou até quem não se identifica ou não gosta (como assim há pessoas que não se identificam ou não gostam?), vão poder identificar-se e talvez guardar estas mesmas lições. 

Expecto Patronum

Para quem não sabe, os Dementors são uma metáfora da J.K. de quando esteve com uma depressão. E o feitiço do patrono - que para quem não sabe, é a conjuração de um guardião, através do pensamento da lembrança mais forte de uma pessoa, de modo a repelir toda a tristeza que o Dementor provoca na mesma - de alguma forma, ensinou-me que nos piores momentos, há sempre algo que nos faz continuar a acreditar e que faz todo o resto vale a pena. É bom mantermos sempre as boas memórias por perto!

Felix Felicis

A Felix Felicis é uma poção, também conhecida por liquid luck ou sorte líquida. Esta é a poção que Harry ganha do professor Slughorn em Harry Potter and the Half-Blood Prince. É uma poção bastante difícil de ser preparada e concebida, no entanto, basta beber uma gota para que a vida de uma pessoa se encha de sorte. Harry finge colocar a poção na bebida de Ron, antes do jogo de Quidditch, para que ele pense que o jogo lhe vai correr bem pois bebeu a poção. Porém, na verdade, Harry nunca chega a colocar-lhe a poção na bebida. Ou seja, Ron apenas foi bem sucedido no jogo porque estava auto confiante e acreditou em si mesmo. Por isso, esta é uma grande lição que também adoro: a auto confiança é mesmo muito importante, em tudo na vida.

O Amor

Em 7 livros, e milhares de palavras, J.K. fez questão de nunca colocar a palavra "amo-te". Com isto, ela quis demonstrar que mesmo não dito de forma explicita, o amor estava lá, de todas as formas - na amizade, no amor, e até na família. Ela quis também demonstrar que nem sempre quem ama mais, é quem mais demonstra, tal como podemos perceber com a personagem Snape. Acho sinceramente, que o amor é o sentimento que mais podemos presenciar ao ver ou ler Harry Potter.

"O Mundo não se divide em pessoas boas e más (...)

(...) Todos temos luz e trevas dentro de nós. O que importa é o lado o qual decidimos agir. Isso é o que realmente somos." Sirius Black. E isto é tão verdade, já pensaram? Todos temos uma parte boa e uma parte menos boa, mas, no final de contas, o que realmente importa é o o lado que escolhemos seguir. 

Sê fiel a ti mesmo

Para quem não sabe, a Luna Lovegood é uma das personagens que mais adoro em HP. Ela mostrou-me que ser espontânea é meio caminho para sermos fieis a nós mesmos, e isso é muito importante. Acreditarmos em algo, seja o que for, e não termos receio de o demonstrar, é também algo que aprendi através dela.