The eyes of a Mermaid: You are not

You are not

Sei que não estão habituados a que traga ao blog este tipo de publicação. Mas às vezes, também é preciso. Não vos tenho trazido muito conteúdo ultimamente, e podia dizer que era por falta de tempo, ou de criatividade, mas não é. Simplesmente não me tem apetecido. E se não me apetece escrever, não faz sentido vir para aqui criar conteúdo no qual sei que mais tarde não vou gostar de ler. Espero que entendam, e que aguardem, porque daqui a uns dias irei voltar a publicar normalmente. E obrigada por continuarem desse lado! Mas o que realmente me traz aqui hoje, é um pequeno poema de Madisen Khun, que fiquei a conhecer à uns anos, através de um blog que costumava ler. Queria, com ele, passar-vos exactamente a mensagem que ele transmite - tu não és um nome, nem um número, nem é de onde vens que faz de ti quem és. São as tuas escolhas, os teus mais diversos gostos e os teus desejos mais profundos, que fazem de ti quem és. E quem vos disser o contrário, acreditem em mim, ainda tem muito que aprender. Tal como diria Albus Dumbledore, "It's our choices that show what we truly are, far more than our abilities". Fiquem com o breve poema de Madisen Khun, que espero que gostem e reflictam! 


10 comentários:

  1. Um poema belíssimo!!

    https://www.marywithloveblog.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  2. O poema é de facto lindo e deixa-nos a pensar. Fico a aguardar pelos novos posts :)
    Beijinhos
    http://virginiaferreira91.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  3. O poema é lindo, e óptimo para reflectirmos!

    Beijinhos,
    AMOR'A SARA

    ResponderEliminar
  4. Que lindo! Espero que regresses com muita força :)

    ResponderEliminar
  5. Que poema lindo! :D

    amarcadamarta.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  6. Muito bonito!
    Bejinhos
    http://thewilderness-inside.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  7. Gostei imenso :) tenho que explorar mais esse autor...ando a ler Rupi Kaur e parece do mesmo estilo :)

    Jiji

    ResponderEliminar
  8. Adorei esse poema :). É, de facto, tão verdade, tudo o que ele quer transmitir.
    Beijinhos,
    Cherry
    Blog: Life of Cherry

    ResponderEliminar
  9. Vale mais do que a pena esperar por publicações assim. Se, de facto, andas sem vontade de escrever, faz todo o sentido que te tenhas ausentado, pois, não estarias a ser fiel ao projecto que aqui criaste. Acredita que te compreendo bastante bem.
    Este poema deixou-me absolutamente enternecida e gostei da forma como o introduziste. Por acaso o blogue que lias não está activo ainda?
    Beijinhos!!!

    ResponderEliminar